Cirurgia Oncologia


Pedra fundamental no tratamento dos tumores é o conjunto de táticas e técnicas que permitem ao médico retirar os tumores ou aliviar seus sintomas, preferencialmente via minimamente invasiva quando possível. Envolve diferentes lógicas na abordagem das lesões tumorais:
● Diagnóstica: abordagem de lesão em que deseja-se conhecer sua natureza, para tal retira-se parte ou a totalidade da lesão para que o médico patologista possa realizar variadas análises.
● Estadiadora: avaliação da extensão do câncer algumas vezes é melhor realizada com um procedimento cirúrgico, neste o médico verifica com a visão, palpação ou biópsia a presença de lesões que possam passar despercebidas em exames de imagem.
● Curativa: a cirurgia tem papel de retirar todos os tumores visíveis, visando a cura, algumas vezes para aumentar a chance de cura é necessário complementar o tratamento com radio ou quimioterapia.
● Paliativa: o procedimento tem papel em aliviar um sintoma atual ou evitar uma possível complicação. A prioridade nestes casos não é a cura, e sim a qualidade de vida do paciente.
● Profilática: a cirurgia envolve a retirada de um órgão ou tecido com alto risco de tornar-se cancer. Alguns paciente podem ter indicação de retirada de determinado órgão mesmo sem a presença de câncer. Isso acontece quando é identificado algum risco familiar ou genético muito elevado de aparecimento de câncer naquela órgão.


Precisando de Ajuda?

Entre em Contato!

(11) 94119-4305


Contato